CHAMPÔ SECO - BATISTE VS GLISS DA SCHWARZKOPF

junho 11, 2015

O champô seco foi, talvez, uma das melhores invenções de sempre. Principalmente para quem tem cabelo oleoso, o champô seco veio salvar muitas manhãs. Acordaram tarde e não têm tempo de lavar o cabelo? Não há stress, o champô seco resolve! Como tenho cabelo oleoso, necessito de o lavar todos os dias, contudo há alturas em que acordo tarde ou simplesmente me apetece dormir mais 10 minutos. Nesses casos, recorro sempre ao champô seco e deixei de me preocupar tanto em me levantar a determinadas horas só para cuidar do cabelo. É só pulverizar nas raízes, deixar actuar uns 30 segundos, massajar o couro cabeludo e voilá!
A Batiste foi a primeira marca de champô seco que experimentei. E apesar da marca já existir à cerca de 40 anos, ainda não existe à venda em Portugal (espaços físicos). Contudo, tem sido muito falada por cá e já é de fácil acesso em lojas online
Nos últimos anos, muitas têm sido as marcas que introduziram este tipo de produto nas suas gamas. E é um produto que, obviamente, tem sido muito bem aceite pelo público. 
Neste artigo venho dar-vos a conhecer a minha experiência com duas marcas de champôs secos, a Batiste e a Gliss da Schwarskopf .




Em primeiro lugar vou falar-vos da Champô Seco da Batiste. A marca tem inúmeras opções no que toca a aromas e são indicados para todos os tipo de cabelo. Um dos meus favoritos é o Blush, embora o da imagem seja o Cherry. Já experimentei quase todos e acho que não diferem apenas no aroma. Apesar de serem todos fantásticos, noto que o meu cabelo se dá muito melhor com o Blush e não tanto com o Original, o Cherry ou outros. Acho que aí cada um tem de experimentar para saber qual o que funciona melhor em cada cabelo. Mas são, de longe, os melhores champôs secos que vão encontrar, uma vez que a relação qualidade-preço é imbatível! E rendem mais do que os comuns, como por exemplo o da Klorane. Pelo que li, também é bastante bom mas acaba ao fim de poucas utilizações e é mais dispendioso. Este champô seco é uma espécie de pó que se aplica no couro cabeludo e que fica com aspecto esbranquiçado, o que acaba por desaparecer ao massajar e pentear. Para as meninas com cabelo escuro, existe uma versão própria mas esse ainda não experimentei. No entanto, podem perfeitamente usar as restantes versões que funcionam na perfeição!
Outro champô seco que vos quero falar é o Champô Seco da Gliss da Schwarzkopf. Descobri-o no site da Primor e resolvi comprar para experimentar uma vez que o preço era apetecível. Mas o que é facto é que não gostei. Em primeiro lugar, a aplicação dele difere dos champôs secos comuns. Quando é aplicado no cabelo não é um produto em pó mas sim um produto mais húmido. Depois de deixarmos actuar é que ele vai efectivamente torna-se num pó. Não fica tão esbranquiçado como o da Batiste mas também não faz o mesmo efeito. O que notei com ele é que fiquei com o cabelo pesado e muito agarrado na cabeça, se é que me faço entender. Um champô seco é suposto dar leveza e controlar a oleosidade. Este não actua em nenhuma das formas. O que é no mínimo estranho visto ser indicado especialmente para cabelos oleosos. Tentei inclusive aplicá-lo à noite, num dia em que lavei o cabelo de manhã, e o cabelo ficou ainda pior do que sem o champô seco.

Champô Seco Batiste
PVR (200ml): 4,75€ (quase sempre em promoção)

Champô Seco Gliss da Schwarzkopf
PVP em Espanha (200ml): 2,99€
Onde comprar: Primor | Hipermercados


Aposto que já todos conhecem os champôs secos da Batiste certo? São ou não são fantásticos? Se ainda não experimentaste, nem sabes o que andas a perder!

5 comentários

  1. Sim, de facto foi a melhor invenção de sempre! Dá imenso jeito!! Anda sempre comigo no saco do ginásio.
    Não sabia que a Schwarzkopf tinha um, mas sinceramente, acho que não troco o bastiste por nada! :D
    http://alebanac.blogspot.pt

    ResponderEliminar
  2. Não aconselho o champô para cabelos escuros, mancha-me as mãos todas e por vezes a testa! Apesar disso cumpre o seu papel :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Eu tenho cabelo muito escuro e não tenho qualquer problema ao usar. Podemos ficar com o couro cabeludo mais esbranquiçado mas esse efeito depois desaparece. :)
      Quanto às mãos, nunca notei que manchasse. Ficam poeirentas mas nada que a lavagem não resolva. ;)

      Eliminar
  3. Realmente os champos secos são das melhores coisas que inventarem eheh
    Tenho lido maravilhas desse batiste.. Ando tentada a comprar!
    Beijinhos,
    Blog | Instagram | Twitter |

    ResponderEliminar
  4. Nunca experimentei... Mas acho que um pouco estranho o conceito... Não sei explicar bem porquê! Quem sabe mude de ideias quando experimentar! :P

    M.

    ResponderEliminar

Obrigada pelo teu comentário! Quaisquer respostas serão dadas no próprio post.